sábado, 29 de agosto de 2009

FOTOS DO PROJETO CAVUCO

Para verem todas as fotos do projeto cavuco acessem http://picasaweb.google.com.br/cavucos

Circo, video e emoções.





Bem, encerramos a primeira etapa do projeto Cavuco. Apenas digo... Mestre Max traz o circo, e a lona que a capaz de abarcar tudo, abarcar todos, todas as artes, todos os ofícios.

Foi muito forte o fechamento dessa etapa, Max relata sobre sua tradição, que só de Brasil tem mais de 108 anos. Conta façanhas de sua família descreve a realidade de uma sabedoria, e de um oficio que se vai esvaindo pelos tempos de hoje. E, emociona a todos. Foi realmente muito forte. Espero que as imagens postas no blog ajudem a todos a dimensionar o porquê das poucas palavras que postarei sobre esse GIGANTE MESTRE, DA CULTURA POPULAR BRASILEIRA, apenas peço que esperem o resultado do projeto, aí poderão constatar do que falo, foi muito forte.

A ação que foi armada e criada para receber o mestre, foi simplesmente genial, Josélio, seu aprendiz, desenvolveu uma vídeo instalação com manequins, que aqui chamo de “cabeça de monitor”, onde relatos e ensinamentos como laços para armar tendas circo, apresentados a ele pelo seu mestre, encantou durante toda essa semana, os usuários do centro cultural Venda Nova. Josélio, um cavuco na arte vídeo, preparou muito bem a ação, tendo vários vídeos de seu mestre. Pena, também agora, não vou entrar em detalhes, pois Josélio e a equipe do projeto já estão armando a circulação dessa vídeo instalação que em breve deverá visitar os centros culturais de nossa capital. Então, novamente peço, aguardem.

É... eu gostaria de falar mais, mas não é conveniente. As palavras podem descrever e repassar o possível de tudo, disso eu sei, mas nosso projeto exige que todo conjunto seja apresentado nos momentos oportunos, por isso, só posso dar pequenas pinceladas, nesta tela onde vocês agora me ouvem (lêem).

Bem, acabo aqui esses primeiros relatos. Aguardo, e espero em Deus, retornar com as novas ações que ocorrerão na próxima etapa de nosso projeto. Será logo. Acredito, que em 15 dias terei novas noticias.

Abraços a todos, e força, coragem e resistência.

Marco Llobus
Produtor do projeto Cavuco
Aprendiz do saber e dos afazeres




Uma conversa ao pé do fogão




Assim como um projeto já existente no centro de cultura Lagoa do Nado - projeto Conversa ao Pé do Fogão, que ocorre na última sexta feira de cada mês - temos inicio neste sábado a penúltima apresentação dos Mestres nos centros culturais parceiros dessa nossa atividade.

Mestra Edmeia reconhecida em sua comunidade (Região do Bairro Mantiqueira) pelos cuidados que tem com todos, a ponto de sua casa ser um local de encontro e de práticas no cuidado com saúde, ação essa feita em conjunto com o posto de saúde – onde “mocinhas" - assim comentou ela durante o bate papo - senhoras com mais de 80 anos, fazem o cultivo da boa saúde.

Entre tantos relatos apresentados, vou apenas ressaltar alguns como o de seu genro, Ricardo, que relatou fatos interessantíssimos sobre a postura e trato que esta “doninha das Minas Gerais” emprega, dando a sua casa um espírito de receptividade e de amor ao próximo.

Gentilezas já começaram na abertura, com equipe da coordenação Pedagógica – Pollyana e Priscila, promovendo e apresentando técnicas de relaxamento e concentração para pratica que viria em seguida. Não menos, foi abertura da atividade com os presentes dados a todos pela nossa Mestra – algumas pedras pintadas à mão por essa “doninha do coração bão”, que trouxe para o contento de todos, sua generosidade ainda recheada com broa e biscoito, pequenos panos bordados e pintados por essa artista do coração.

Um clima de mamãe e de vovó exalou esta manhã. Cris Céu (Pseudônimo que eu não sabia), aprendiz da Mestra Edmeia, apresentou os resultados dessa convivência, citando frases de sabedoria onde descrevia a singeleza e a nobreza de sua Mestra.

Como é de práxis, não posso me alongar mais, quem viu, viu. Então já sabem, deverão esperar o catálogo e o documentário que virá no final dessa ação.

Apenas repito, exalou está manhã... generosidades e singelezas.

Agradecimentos, a equipe do Centro de Cultura Lagoa do Nado, na pessoa de Ricardo Evangelista e das meninas da cozinha, que preparam um excelente café. Aos Mestres: Conga e Max que prestigiaram a ação. O fotografo mirim Cícero, de 7 anos, que tirou muitas fotos que estão agora no picasa do projeto Cavuco. Os familiares da Mestra, Ricardo, Lucimar, Gabriela e Marcela, que vieram apresentar suas impressões e fatos sobre a personalidade impar desta mestra. A mãe do aprendiz Josélio (e me perdoem, pois não estou lembrando do nome), outra mestra que a meu ver, logo estará também na continuidade do projeto cavuco, pois ela tem muitos saberes e é uma referência na comunidade do bairro Nova York. A Doca Street, que revelou um dos segredos da Cavucagem. As Coordenadoras pedagógicas do projeto Cavuco, os aprendizes: Josélio, Draps e Daniel Porto e as outras pessoas que participaram da atividade.



sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Mestra Edmeia e sua Aprendiz Cris


PROJETO CAVUCO – Encontro Marcado com a Mestra Edmea – Artes visuais e da Convivência.
Vivência e saberes da Mestra das Artes Visuais e da Convivência – Mestra Edmea - e sua aprendiz de Cavuco, Cris.
Dia 29/08, Sábado, às 10h, no Centro de Cultura Lagoa do Nado.
Rua Ministro Hermenegildo de Barros, 904 – Bairro Itapõa
Belo Horizonte MG – Tel.: 31 3277 7420

Mestre Max e Seu Aprendiz Josélio Teixeira

video

PROJETO CAVUCO – Encontro Marcado com Mestre Max – Artes Circenses

Vivência e saberes do Mestre do Circo – Mestre Max - e seu aprendiz de Cavuco, o videomaker, Josélio Teixeira.

Dia 29/08, Sábado, às 15h, no Centro Cultural Venda Nova

Rua José Ferreira Santos, 184 – Bairro Novo Letícia

Belo Horizonte MG – Tel.: 31 3277 5533

SARAU CAVUCO




Um sarau muito especial. Foi isso que aconteceu ontem à noite. Um encontro entre dois projetos, onde muitos dos seus protagonistas responsáveis pelas suas criações estiveram presentes. Projeto Sarau da Lagoa do Nado, com 09 anos de existência e o projeto Cavuco, em fase implantação e execução – ano 01.

Mestre Thibau, amigo de longa data, também é um dos criadores do sarau da Lagoa do Nado, abre com seu aprendiz, o genial Rafael Camargo o Sarau Cavuco. O Cenário, o jardim de Cabeças do Centro de Cultura Lagoa do Nado. Obra criada pelo Mestre Thibau em homenagem ao nosso saudoso outro Mestre Orlando.

Mais suspeito do que eu para falar sobre essa realidade, acredito que não há, pois conheço e vivênciei todos os três processos que aqui relato. Incluindo a amizade que tenho com todos os protagonistas destas ações.

Mas, vamos adiante. Em meio as esculturas de Thibau, Rafael inicia a performance batendo um cinzel sobre formão, e investindo sobre as esculturas do Jardim de Cabeças. O público acompanhava instigado a saber o que viria em seguida. Logo, à frente entre as cabeças, Mestre Thibau de cócoras, com mão no queixo e imóvel como suas criações que adornam o "eterno" de nossa Lagoa do Nado. Rafael em saltos e falas, ritmado pelo pio da araponga, chega-se a escultura viva de Thibau que desperta em sobressalto.

Os papeis agora estão invertidos, o aprendiz toma a posse da pose “estatua Thibau", e este, Thibau, passa guiar-nos através de sua eloqüência. A cena e o imaginário da platéia agora estavam na sua mão, melhor dizendo, em meio a verve de sua palavra. Esta, nos guiou ao local onde seria iniciado o bate papo.

Bem, o clima estava armado.

Como o nosso blog só tem a função de apresentar pequenas pinceladas sobre o que se passou na Ação cavuco, apenas comungarei alguns detalhes. O Sarau da Lagoa do Nado, que hoje é coordenado por Ricardo Evangelista, deve a felicidade de refazer um encontro entre estes dois amigos (Ricardo e Thibau), conterrâneos e ativistas que se fizeram referências na comunidade do bairro Universitário, e que por eles é chamado, carinhosamente de “Pé Vermeio”. Ricardo começa a puxar a memória comum entre os dois, ressaltando as lendárias façanhas de Thibau, feitos inusitados, que demonstraram a todos, a inquietude, a coragem e por fim, a “resistência” em sobreposição as várias imposições que foi acometido. Não direi mais nada sobre isso, quem viu, viu. Os demais já sabem, terão que esperar para saber.

Foi muito emocionante, algumas lagrimas misturavam em meio aos risos convocados pela maestria de Thibau, no ato de relatar com muito humor os fatos de sua história. O humor, algo muito bem destacado por Ricardo Evangelista, sobre o nosso Mestre.

O tocante aconteceu. Thibau vai e passa para poesia, e declama Patativa de Assaré, abrindo para o público de poetas, chamando-os para soltar seus versos. Em seguida, toma a palavra nosso Mestre Conga, que veio prestigiar a ação. Abre relatando a identificação que teve com história e o sentido de resistência apresentados por Thibau. Fala da realidade de serem negros, pobres e da periferia, e suas implicações em meio a uma sociedade desigual e preconceituosa. Termina, declamando um poema de Castro Alves - Tragédia no Lar - um momento de atenção e tensão envolve a todos, principalmente pela belíssima narrativa do mestre, frente ao forte poema de Castro Alves, em seguida, venho eu de improviso e invento alguns versos, Draps (Roberto Soares) e Vinicius, não se fazem de rogados, e apresentam suas perolas. Um outro poeta vem - Denis Blow, toma palavra, encantando-nos pela sua sinceridade e singeleza.

E entre esses meios, é preciso ressaltar a apresentação do Prêmio Pequenos Eventos, conseguido pela turma do Ponto de Cultura Art.22, em parceria com outro ponto de Cultura - Projeto Presente (Serra do Cipó) - sendo realizado em Santa Luzia MG - O primeiro Seminário Intermunicipal dos Saberes Populares, que contará com a presença dos Mestres das Ações Griout's da Região da Serra do Cipó e da Cidade de Santa Luzia, e os mestres do Projeto Cavuco. Essa apresentação foi feita por Vinicius de Carvalho e Priscila Borges, que faz parte do grupo que criou o projeto Prêmio, e também, sendo uma das coordenadoras pedagógicas do projeto Cavuco.

Finalizando, Fernando Fabrini, coordenador Geral do projeto, descreve explicitando a todos as suas intenções em relação ao projeto, colocando a realidade do seu "afazer" teatral, e o projeto como campo de pesquisa, buscando futuros desdobramentos que certamente influenciará o teatro Brasileiro e, outras possibilidades possíveis, pelo fato de aproximar e criar uma ponte para transmissão de saberes entre pessoas e gerações. (Aguardem e verão)

Parabéns aqui as turmas do projeto Presente e do Ponto Art22. A Fernando Fabrini, pela brilhante idealização e coordenação do projeto.

Bem terminando,

o Sarau... Mágico,
o Projeto Cavuco... Mágico.

Agradecimentos a equipe do Centro de Cultura Lagoa do Nado, na pessoa de Ricardo Evangelista, ao Mestre Conga que participou da ação, a Eliane Fátima Santos, Gerente do Centro Cultural Vila Fátima, que veio nos prestigiar, aos poetas presentes, em especial, Ronaldo (poeta carteiro), aos amigos do aprendiz Rafael, a turma do Ponto de Cultura Art.22 pelo apoio e participação nas ações do projeto. A Fernando Mpb, que nos ajudou novamente, desta vez no registro da ação, a Danielle, Companheira do Aprendiz Rafael, e ao público presente.

domingo, 23 de agosto de 2009

Mestre Thibau e o seu Aprendiz Rafael Camargo

video

SARAU ESPECIAL DA LAGOA DO NADO


Projeto Cavuco – Encontro Marcado com Mestre Thibau

Vivência e saberes com Mestre da Escultura Naif – Mestre Thibau - e seu aprendiz de Cavuco, o ator, filosofo, Rafael Camargo

Dia 27/08, quinta, às 19h, no Centro de Cultura Lagoa do Nado
Rua Ministro Hermenegildo de Barros, 904 – Bairro Itapõa
Belo Horizonte MG – Tel.: 31 3277 7420 3277 7321



Acústico - Mestre Conga e seu Aprendiz Gibran Muller e Trupe




Acústico: Mestre Conga e seu Aprendiz Gibran Muller e Trupe


Como era de esperar. Simplesmente Magistral. Fernando Fabrini abre a ação, e passa a fala para o Mestre Conga que em prosa, conta e canta as facetas da história do samba. Nos encanta com a sua nobre eloqüência, dom já reconhecido de nosso mestre. E novamente, a generosidade e destreza de Gibran Muller, com as estrelas que são seus guias, faz brilhar ainda mais ação. Com ele, sua trupe, seu Amigo e aprendiz André Rodrigues no violão, Marilene, a dançarina e percussionista, que o acompanha, também, coordenadora da ação de Griout de Santa Luzia. E tudo isso em conjunto, só posso dizer, foi brilhante.


Tudo ocorreu numa serenidade digna de uma manhã de domingo. Leve, porém forte. Conga discorreu sobre a história do samba em nossa capital, e no Brasil, relatou fatos, nomes e coisas, dividindo a história em dois momentos. - Inicio do século passado até o período da 2º Guerra Mundial, e outro, logo após término da Guerra. Impressionante como mestre consegue construir uma linha temporal entre os fatos, locais e pessoas - uma ponte mágica e apresentada entre BH, Rio de Janeiro e coisas que aconteceram no mundo. Tendo como pano de fundo suas composições e vivências no universo do samba. Algo que prendeu a atenção de todos, e quase não houve perguntas ao mestre.


Daniel, aprendiz do mestre Zacarias, vez as perguntas referente a linha norteadora de nosso projeto, e perfazendo o próprio refaço a pergunta:


- Que luz é essa mestre, que te faz ser Sambista, e te faz mestre?


Magistralmente, com todos os adereços necessários, Conga nos apresenta sua luz, traduzindo em bom português, ou etimologicamente falando, o que é o samba em origem. Algo que não posso e nem devo contar, quem estava lá; um seleto grupo, ouviu, viu e sentiu. Os demais terão que esperar o catalogo e o documentário.


No mais, Obrigado pelas generosidades, Mestre Conga, Gibran Muller e sua trupe, o Centro Cultural São Bernardo, nas pessoas de Maria José e Júnior. Aos famíliares do mestre que vieram prestigiar ação, e a Stephanie, uma ativista de ações sociais e culturais, vinda da França, que também prestigiou essa nossa ação.


PS: Novamente França. Acaso?



sábado, 22 de agosto de 2009

Mestre Conga e seu Aprendiz Gibram Muller

video


Mestre Conga canta e encanta...


Encontro Marcado com Mestre Conga – Sambista.


Vivência e saberes Mestre Sambista – Mestre Conga - e seu aprendiz de Cavuco, o percussionista e compositor, Gibran Muller.


Dia 23/08, domingo, às 10h, no Centro Cultural São Bernardo.

Rua Edna Quintel, 320 – Bairro São Bernardo

Belo Horizonte MG – Tel.: 31 3277 7416


quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Apresentação Ceno Poética e Bate Papo com Mestra Elza




Novamente somos tocados pela criatividade de Fabrini, que concebe junto com Draps (o poeta Roberto Soares) e a Mestra Elza, uma pequena apresentação Ceno-Poética como abertura do Bate Papo que viria em seguinda com a Mestra.

Os movimentos, cenário, adereços, a composição de imagens projetadas, a maquiagem, a linda voz da mestra - algo que surpreendeu a todos, ainda mais cantando canções de Maisa - a promoção de uma dança coletiva com todos que participaram da ação, algo que promoveu um clima descontraído e de muito aconchego; anteveu o momento do bate papo...


Geniais, Fabrini, Draps e Mestra Elza.


O Bate papo começa e a Mestra relata sobre a sua primeira experiência nesta sua expressão, que é claro, está no seu rosto e em seu corpo. Como muito bem posto em cartaz em cartolina por Draps – Mestra Elza a Rainha do Body Art.


Ela relatou que sua primeira experiência foi aos oito anos de idade... e vocês agora imaginem. Pois só quem esteve lá sabe, o restante terá que esperar a finalização do projeto, onde um catalogo será criado e também, provavelmente, um pequeno documentário, para terem idéia do que estou falando. Infelizmente, Não posso dizer mais nada.


Agradecimentos especiais, ao Mestre Thibau que compareceu na atividade. Aos amigos, Ryan e Fernando MPB, que terão todo apoio a ação. Aos nossos irmãos do Ponto de Cultural Art.22, que compareceram trazendo ainda nossos outros irmãos: Thiago - Palhaço Pindaíba e Juninho da Rabeca. A equipe do CCVN, em especial as lindas Ana e Mirella. E também, a linda, Aline Caldas da Rede de Gestores Culturais de Minas Gerais.


Bem, agora começou, e neste mês do folclore, estão ocorrendo os encontros com estes Mestres da Periferia.





Mestra Elza e seu aprendiz Roberto Soares

video

Nas falas, Fernando Fabrini e Mestra Elza


PROJETO CAVUCO – Encontro Marcado com Mestra Elza – Body Art

Vivência e saberes da Gari e Mestra, Elza e seu aprendiz de Cavuco, o poeta Roberto Draps.


Dia 19, quarta-feira, às 19h, no auditório do CCVN.


Centro Cultural Venda Nova

R. José Ferreira dos Santos, 184 - bairro Novo Letícia.

Belo Horizonte MG - Tel: 3277-5533





Mestres e seus Aprendizes


Mestre Zacarias e o seu aprendiz Daniel Porto


Mestre Thibau e o seu aprendiz Rafael Camargo


Mestre Max e o seu aprendiz Josélio teixeira


Mestra Elza e o seu aprendiz Roberto Soares


Mestra Edmea e o sua aprendiz Cristiane


Mestre Conga e o seu aprendiz Gibran Muller




Equipe de Coordenação e Produção do Projeto


Cavucagem

Coordenação Geral
Fernando Fabrini

Produção
Marco Llobus

Coordenação Pedagógica
Pollyanna Rodrigues
Priscila Borges



1º Encontro do Projeto Cavuco















O primeiro encontro do projeto Cavuco, foi apresentação dos Mestres aos seus aprendizes. Estes pares foram selecionados pelo Cavuco Fernando Fabrini, que em decorrência de sua pesquisa sobre agentes culturais, ativista, artistas e Mestres das periferias envolvidas, traçou os devidos perfis buscando compatibilidades dentro de sua perspectiva em relação ao pontecial do projeto. Este encontrou Aconteceu no Centro de Cultura Lagoa do Nado, onde foram apresentados todos os passos e os seus possíveis desdobramentos para além do projeto.


A ação foi coordenada e apresentada pelo Coordenador Geral do projeto – Fernando Fabrini, com a minha participação, produtor do projeto (Marco Llobus) e, também, por uma das representantes da coordenação pedagógica do projeto Pollyanna Rodrigues.



Encontro com o Mestre Zacarias



Em decorrência de algumas dificuldades, Mestre Zacarias deve o seu primeiro encontro com a equipe do projeto em sua casa. Para isso, o cavuco e coordenador geral do projeto, Fernando Fabrini - mestre conhecedor dos códigos sociais para acessar estes mestres - recorreu ao amigo comum entre os dois, o Professor Hélio Galhardi, que prontamente, ciente dos objetivos do projeto, se dispôs a ir com equipe para fortalecer esse convite ao Mestre Zacarias.


Foi um momento muito bonito, havia anos que estes dois baluartes do cinema mineiro não se encontravam. Esse belíssimo encontro deve ainda a participação do aprendiz Daniel Porto, Reinaldo (Amigo e ajudante do Mestre) e eu, produtor do projeto.


Espero aqui, que os demais envolvidos acrescentem os relatos sobre como foi a percepção de cada um, sobre esse processo de fazer este convite, e também, do momento da concordância, além das falas que escaparam das meras formalidades. Belos momentos.


Repetindo. A minha impressão sobre essa ação, encontro e seu resultado:


Mágico, simplesmente mágico.


E perfazendo Daniel Porto... Que venha à luz.




quarta-feira, 19 de agosto de 2009

2º Encontro - Projeto Cavuco


















Por favor, Pollyana, apresente um texto falando sobre o que foi ação.
Posted by Picasa

3º Encontro Projeto Cavuco

Por favor, Priscila faça um texto descrevendo a sua ação.

Ano França Brasil, Projeto Cavuco e Ação Griout de Santa Luzia.















Ano França Brasil, Projeto Cavuco e Ação Griout.


A residência artística promovida no coração do Bairro São Bernardo (BH-MG). Projeto - Ano França Brasil – encerrou-se com apresentação de um belíssimo e emocionante espetáculo.

O tocante foi à destreza da Cia. De Teatro Francesa Hendrick Van Der Zee (HVDZ), que nos emprestou em nuances as suas impressões adquiridas nessa vivência. Mesclaram tudo, vários aspectos da expressão humana. Relatos eram lidos por pessoas comuns e imagens descreviam, em meio a movimentos dos corpos que dançavam.


Um carinho e uma sensibilidade, que somente um poético olhar, ou um sábio contador de história é capaz, o de nos reinventar... pois cá, as vezes esquecemos de nos olhar.


Somente falaram, e encenaram, suas impressões sobre o São Bernardo.


Histórias, personas, local, centro cultural, afazeres. E um corpo que não cai, dança, e em cena tudo.


Mais ainda, para nossa felicidade, Mestre Conga (Mestre do Projeto Cavuco), foi convidado a fazer abertura deste mágico resultado de vivência. A sua maestria reconhecida, cantou versos, samba e sua vida.


Um lindo começo, para espetáculo que se abria.


Mas, ainda não acabou. Certas generosidades vieram para coroar essa ação. Gibran Muller, aprendiz do Mestre Conga (Projeto Cavuco), também, um dos diretores da Associação Art. 22, convocou outros dois grandes Mestres, Mestres do Cavaquinho e do Vioão, sendo um deles (Mestre Luis) contemplado pela Ação Griout de Santa Luzia, que tem como aprendiz, a linda esposa de Gibran, que foi panderista nesta apresentação, a dançarina Marilene Santos.


Aqui nos apenas observamos, e agora podemos dizer:


Felizes somos nos por este encontro,

Ano França Brasil, Projeto Cavuco (BH) e Ação Griout (Santa Luzia).

E Vivas aos Mestres Tony, Luiz e Conga

E aos seus aprendizes Gibran Muller e Marilene Santos.


Para mais informações sobre ação, acessem o blog da Cia. Francesa Hendrick Van Der Zee (HVDZ)


http://www.hvdz.org/blog/



Mestre Zacarias e seu Aprendiz Daniel

video

Mestre Zacarias e seu aprendiz Daniel Porto

(Exibição do filme “Chico da Usina”, seguido de bate papo).



Ação com Mestre Zacarias prevista para o dia 15 de Agosto, foi cancelada, devido a problemas técnicos – os 02 projetores de 16 mm apresentaram problemas, inviabilizando a atividade. Será marcado um novo encontro para realização desta ação e a exibição do filme “Chico da Usina”.